Desde

Contacto:

Financiadores

    O Grupo de Acção Social Cristã (GASC), Instituição Particular de Solidariedade Social, abre o presente aviso para a vaga de um/uma Psicólogo/a.

    O Grupo de Acção Social Cristã (GASC), Instituição Particular de Solidariedade Social, abre o presente aviso para a vaga de um/uma Psicólogo/a, nos seguintes moldes:

    Carga Horária: 14 horas semanais
    Contrato: Contrato a Termo Incerto a Tempo Parcial, com início previsto para Setembro 2021 
    Remuneração: Remuneração base de acordo com o Contrato Coletivo de Trabalho aplicável
    Data limite de apresentação de candidatura: até dia 25/07/2021
    Os interessados deverão enviar CV e carta de motivação para geral@gasc-ipss.org

    (Caso se verifique um elevado número de candidaturas, atendendo à urgência do processo de recrutamento em curso, decorrerá uma primeira fase de análise curricular prévia à fase de entrevistas, que definirá os/as candidatos/as que passarão à segunda fase)                               

    Perfil - Requisitos:
    - Membro efetivo/a da Ordem dos Psicólogos Portugueses;
    - Ter frequentado o Curso de Técnico/a de Apoio à Vítima (TAV) com aproveitamento, ou estar a frequentá-lo ou nele estar inscrito;
    - Registo criminal atualizado e sem cadastro relacionado com a idoneidade para o exercício de funções com crianças e jovens;
    - Carta de condução categoria B.

    Indicadores de valorização: 
    - Ser detentor/a de pelo menos uma das seguintes especialidades avançadas reconhecidas pela Ordem dos Psicólogos Portugueses: Intervenção Precoce, Psicologia Comunitária, Psicologia da Justiça, Psicoterapia; e/ou ser detentor/a de outras especializações/formações pós-graduadas que relevem para o perfil profissional pretendido, designadamente em
    intervenções psicoterapêuticas focadas no trauma (trauma based approach) ou outras promovidas por Sociedades e Associações de Psicoterapia protocoladas com a Ordem dos Psicólogos Portugueses;
    - Ter o Curso de Técnico de Apoio à Vítima com aproveitamento já concluído;
    - Experiência de intervenção no fenómeno da Violência Doméstica;
    - Ter disponibilidade para horário de trabalho que contempla final de dia e sábado;
    - Possuir carta de recomendação.

    Competências a avaliar em entrevista:
    - Competências de avaliação e intervenção psicológica com crianças e jovens;
    - Competências de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipa;
    - Capacidade de trabalho em rede e articulação com outras entidades;
    - Competências de organização, proatividade e alto sentido de responsabilidade;
    - Comunicação assertiva;
    - Sentido crítico, autonomia e criatividade.

    Documentos

       

      A sua opinião conta